27 de jan. de 2020

Uma pequena mudança que fez toda diferença

Mais uma virada, um novo ano.
Um coisa que me impressionou muito em 2019 foi saber algo da história de Paul O'Neill, no livro "O poder do hábito" de Charles Duhigg.

O poder do hábito

Clique em ➤ abaixo para versão em áudio


Paul fez um verdadeiro milagre a partir de uma pequena mudança. Assumiu uma companhia de alumínio, cheia de problemas, em 1987.

Seus antecessores no cargo prometiam mundos e fundos... e ficaram nos fundos.
Cada um assumiu o cargo com discurso de posse otimista, com direito a "economês" sofisticado para impressionar. Porém, tinha um problema que nenhum deles quis saber...

Paul O'Neill desde o seu discurso ao assumir só pensava numa coisa: acabar com o número recorde de acidentes de trabalho da companhia.

Veja Incêndio na Austrália, dois pesos, duas medidas


Teve quem achasse que ele estava doido, que tinha tomado algum "tóxico";

Teimoso, intransigente, Paul concentrou todas as forças em reduzir a zero o número de acidentes (era comum ter um a cada semana quando ele entrou).

Resumindo a história, combatendo um único problema, o novo diretor executivo promoveu uma transformação em toda a empresa. Melhorou as condições de trabalho (a nova média passou para 3 anos sem um acidente!), melhorou a qualidade da produção, comunicação, lucros multiplicados por 5, tudo.

Aí você pergunta: e o que isso tem a ver com ano novo?

Cada um tem não um, mas vários problemas que gostaria de resolver, não é?
E muitos de nós sonhamos em resolver todos (ou quase) no novo ano, certo? Você de repente não apenas sonha, como tem planos concretos.
Termina mais um ano, e quantos dos nossos problemas resolvemos? Poucos? Muitos?

Veja Terceira Guerra Mundial, ou só paranóia?


O caso de Paul O'Neill indica uma solução diferente. Ao invés de muitos, apenas um. Aquele que é o mais urgente e afeta tudo mais. Paul prestou atenção no que ninguém mais notava.

E eu? E você? O que tem causado muitos acidentes na nossa "companhia"? Quem sabe você fez até uma lista.

Paul fazia listas, para achar o ponto chave. Na companhia de alumínio era segurança.

Cada um de nós pode prestar mais atenção em algo de errado fundamental, no "negócio" da vida, que vem "passando batido", entra ano e sai ano.

O ano novo pode ser um milagre que acontece resolvendo aquela única dificuldade, a que mais importa e faz toda diferença.

Nenhum comentário:

AD